Atividade física durante a gestação

1,921 visualizações
Arquivos e descrição

Neste vídeo, a atleta Sophie Maingre compartilha um pouco da sua experiência como praticante desta modalidade enquanto gestante e depois de dar à luz.

Esse é uma das quatro entrevistas do nosso programa de caminhada nórdica, produzidas para explicar a modalidade e estimular que mais pessoas pratiquem este esporte.

Seria possível praticar uma atividade física como a caminhada nórdica durante a gestação? Saiba mais sobre isso assistindo a essa entrevista.

Música: ALTER K

Carregando...

Gestação e caminhada nórdica

Descobri que estava grávida quando estava voltando da região do Vercors (na França), depois de uma boa sessão de caminhada nórdica, então já foi algo prazeroso.

Depois, eu continuei a fazer caminhadas regularmente durante a gestação.

DURANTE A GESTAÇÃO

Foi muito agradável poder manter uma atividade física, algo que eu já compartilhava com meu filho.

Yulian: "Mamãe!"

Sophie: "Oi, meu amor."

Algo que também era legal é que conversávamos durante a caminhada.

Eu já explicava pra ele os benefícios, o ato de respirar...

E também tem os benefícios que essa atividade me trouxe com relação a meus movimentos, a amplitude das articulações.

Eu acredito que certamente dessa maneira eu já botava ele pra ninar também.

Era algo muito agradável e prazeroso.

INDICAÇÕES MÉDICAS

Meu médico disse que não havia problema algum em continuar a caminhada nórdica.

Quando tive de reeducar o períneo, a fisioterapeuta disse: "nada de corrida, nada disso, mas a caminhada nórdica você pode continuar a praticar, não existe nenhuma contra-indicação."

Eu pude voltar a praticá-la depois de dar à luz porque é uma atividade física leve, respeitosa.

E isso me permitiu estar ativa a todo tempo. Mentalmente, isso é muito, muito importante.

E fisicamente também acho que isso me ajudou na recuperar, depois, meu peso e minha forma física de antes.

COMPARTILHANDO COM MEU FILHO

Assim que a gente conseguiu nosso carrinho, ele começou a participar das caminhadas.

E poder compartilhar com ele o ambiente ao redor do nosso lar, porque é ali onde treinamos.

Quando vamos a eventos, ele também vai com a gente e isso é bem legal.

A gente percebeu que ele também gosta de verdade disso, ele gosta do carrinho dele.

Quando a gente treina, ele pega os bastões, ele quer brincar com eles. Agora que eles está andando mais um pouco, ele está amando.

E quando há provas ele torce, ele aplaude os competidores.

Então a gente sente de verdade uma partilha com ele.

Sem dúvida, é uma história em família.

Download
En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l'utilisation de cookies pour vous proposer des services adaptés à vos centre d'intérêts. En savoir + OK