Marcação em zona

13,746 visualizações
Arquivos e descrição

Neste vídeo, você vai aprender os princípios básicos da marcação em zona, uma estratégia alternativa à marcação individual no basquete.

Este é o sétimo vídeo do capítulo "Defesa". Décimo capítulo do programa de basquete, esta seção repassa a postura, os movimentos e as principais técnicas para defender a cesta durante uma partida de basquete. Lembre-se: a defesa é o melhor ataque!

Existem três pontos básicos para compreender a marcação em zona: os princípios, as vantagens e as desvantagens desse sistema.

A marcação em zona depende de muita comunicação e entrosamento do time. Se for bem feita, ela pode ser uma ótima arma contra ataques.

Trilha: Adam Simmons - "Long Rhode Home", "Piano Hop", "Tang-A-Lang" (Publicado por Alter K)
Locução: Carol Godinho e Felipe Maia

Carregando...

Neste vídeo, você vai aprender os princípios básicos da marcação em zona, uma estratégia alternativa à marcação individual.

Existem três pontos básicos para compreender a marcação em zona: os princípios, as vantagens e as desvantagens desse sistema.

Primeiramente, os princípios da marcação em zona.

Nesse tipo de defesa, cada jogador é responsável por uma área da quadra.

A equipe se move em função da bola. Assim que um passe é feito, um jogador sobe para a marcação e os companheiros de equipe ocupam o espaço que ficou.

Cabe a cada jogador aplicar as técnicas de marcação individuais. Elas são explicadas nos vídeos "Marcar o jogador com bola", "Marcar um jogador sem bola" e "Marcar o pivô.

As zonas são definidas segundo o posicionamento inicial dos jogadores.

Por exemplos: numa zona ou defesa 3-2, três jogadores ficam sobre a linha de três pontos e dois jogadores ficam dentro do garrafão.

Essa tática tem vantagens interessantes.

Em função do sistema de zona aplicado, o garrafão pode ser protegido graças à presença constante de vários jogadores nos eixos da cesta.

Essa defesa dificulta a entrada de jogadores batendo bola no garrafão. Isso pode compensar uma média de altura baixa ou mesmo facilitar os rebotes defensivos.

A defesa em zona também favorece os contra-ataques rápidos caso a bola seja recuperada porque geralmente há três jogadores posicionados na linha dos três.

Os marcadores com mais dificuldade, por fim, estão menos sujeitos a erro do que numa defesa individual.

No entanto, a marcação por zona também tem desvantagens.

Um dos principais problemas dessa tática são os espaços que podem servir a arremessos do time adversário. Uma equipe com bom chutadores pode fazer muitas cestas dessa maneira.

Essa defesa pode apresentar pontos vulneráveis contra jogadores com habilidade suficiente para entrar no garrafão.

Além disso, essa tática pode ser fraca contra equipes pacientes com um bom jogo de passe, isto é, que rodam a bola.

A marcação em zona depende de muita comunicação e entrosamento do time. Se for bem feita, ela pode ser uma ótima arma contra ataques. Agora é com você!

Download
En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l'utilisation de cookies pour vous proposer des services adaptés à vos centre d'intérêts. En savoir + OK