Nado de aproximação

491 visualizações
Arquivos e descrição

Neste vídeo você vai aprender o nado de aproximação, técnica para manter a observação na zona de arrebentação do surf.

Este é o quarto vídeo do programa de surf da Sikana, Neste capítulo, você vai aprender mais sobre os elementos básicos do surf.

A técnica do nado de aproximação consiste em cinco etapas: a propulsão, a recuperação e o deslize, que compõem a braçada, a pernada e a posição da cabeça.

Trilha sonora: Easy Roller - Chill Study; The Road Less Traveled - Olive Musique; Skyline - Gentle Fire Studio; Brooklyn Bridge - Mattijs Muller.

Carregando...

Saber nadar nas ondas sem a prancha é fundamental para um aprendizado completo do surf, especialmente caso você perca a prancha na água.

Neste vídeo você vai aprender o nado de aproximação, uma técnica que favorece a observação do entorno enquanto você se move pela zona de arrebentação.

Pratique essa técnica em piscina antes de cair no mar.

Para complementar esse treino você pode assistir aos vídeos do nosso programa de Natação, como o Nado Crawl.

A técnica do nado de aproximação consiste em cinco etapas: a propulsão, a recuperação e o deslize, que compõem a braçada, a pernada e a posição da cabeça.

A propulsão consiste em puxar a água ao longo do corpo, buscando o apoio necessário para acelerar o corpo à frente.

Nesta fase você tem de aumentar o apoio com uma leve mudança de direção no momento de puxar a água: para trás e para fora; para trás e para dentro; para trás novamente, até a completa extensão do cotovelo.

Para iniciar a recuperação da braçada traga o cotovelo por sobre a água no eixo do ombro.

Na segunda metade desse giro você pode deixar o braço cair à frente, de modo que o polegar seja o primeiro dedo da mão a entrar na água.

Para deslizar, estique ao máximo o membro superior que voltou para a água aproveitando a energia do seu deslocamento e mantendo a posição por um instante antes de iniciar o próximo ciclo de braçada.

Durante esse movimento, a parte superior das costas vai criar um movimento que chega até o quadril.

Os ciclos de pernada são feitos entre esses movimentos: uma pernada forte quando você mudar o sentido da rotação do quadril seguida de duas pernadas mais suaves.

Elas estabilizam e preparam o corpo para a próxima inversão.

Ao longo do movimento mantenha sua cabeça erguida, com o olhar fixo no objetivo do seu deslocamento.

É importante encaixar o tempo certo da pernada principal para aumentar a sustentação enquanto nada.

Encontre um ponto de apoio ao final de cada deslize de braçada.

Download
En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l'utilisation de cookies pour vous proposer des services adaptés à vos centre d'intérêts. En savoir + OK