Entrevista: Joyce Rocha de Oliveira (Surfista)

139 visualizações
Arquivos e descrição

Joyce começou a surfar por incentivo do pai. Hoje, ela dá dicas sobre o esporte e compartilha o que sabe na água e no programa de surf da Sikana.

Este é um dos vídeos do último capítulo do programa Surf. Nesta seção, você pode encontrar as entrevistas dos especialistas e atletas que nos ajudaram na produção dessa série.

Nascida e criada numa região da cidade do Rio de Janeiro cercada por mar, Joyce tomou o esporte como parte da sua vida.

Trilha sonora: Easy Roller - Chill Study; The Road Less Traveled - Olive Musique; Skyline - Gentle Fire Studio; Brooklyn Bridge - Mattijs Muller.

Carregando...

Entrevista com Joyce Rocha de Oliveira

Me chamo Joyce Rocha de Oliveira, tenho 21 anos, surfo desde os meus 10 anos de idade e

ganhei esse surf a partir do meu pai que me deixou como herança.

A minha relação com o mar é muito, muito próxima já que meu avô era pescador, meu pai também já foi pescador.

Após isso, meu pai virou surfista então minha família toda teve contato com o mar.

A minha família é toda nascida e criada em Copacabana, na comunidade do Cantagalo-Pavão-Pavãozinho, então não tem como eu fugir do mar.

Ali eu estou cercada de praia por todos os lados, como não gostar? O surf trouxe pra minha vida um bom comportamento, uma boa educação, e me trouxe também uma facilitação na minha adaptação em qualquer lugar que eu possa estar.

Pois com o surf você não tem contato só com as pessoas da comunidade, você tem contato com pessoas da rua, com pessoas de outros lugares (porque você) está sempre viajando.

Então o surf me trouxe essa possibilidade de poder viajar e conhecer outros lugares.

Eu acho que o FSC é um projeto maravilhoso para as crianças de favela e de comunidade, pois já que dentro da comunidade tendo o tráfico as crianças não vendo o que se pode fazer, acaba que muitas vezes as crianças se envolvem.

Mas estando no surf, estando num projeto maneiro que as crianças gostam e ainda mais tendo o contato com a praia chama atenção de muitas pessoas pro projeto.

O FSC não vem só propondo ensinar as crianças a surfarem, também ensina as crianças a serem um novo cidadão, a ter profissão.

É o nosso futuro né, na verdade é a minha continuação.

Eu vou parar um dia então eu quero que esteja alguém no meu lugar, eu quero que tenha alguém pra poder continuar o que eu comecei.

Para quem tá começando a assistir o vídeo agora, que continue assistindo, que vocês vão gostar, o projeto é bom.

Para o iniciante do surf eu peço a vocês, não fiquem na frente de quem sabe surfar, vocês podem se machucar.

Tomem cuidado com o mar, vocês tem que primeiro conhecer o local onde vocês vão surfar e sempre com um instrutor ao lado.

O conselho que eu dou para as pessoas que querem surfar é que vão mesmo, se joguem de corpo e alma e cabeça porque é uma coisa que você não vai se arrepender e é uma coisa muito gostosa, muito prazeroso.

Download
En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l'utilisation de cookies pour vous proposer des services adaptés à vos centre d'intérêts. En savoir + OK