Crawl: fazer uma virada

475,925 visualizações
Arquivos e descrição

Este vídeo é voltado a iniciantes e ele ensina como fazer uma virada no nado crawl. Ela também é conhecida como cambalhota.

A virada não é obrigatória, mas ela é uma técnica muito prática que dá ritmo ao nado. A virada em crawl é dividida em 5 etapas: a aproximação à parede, o giro, o impulso, o deslize e a retomada do nado.
Este é o sétimo capítulo "Crawl" do programa "Natação", que ensina a fazer o nado crawl.

Carregando...

Neste vídeo você vai aprender a fazer um virada no nado crawl. Ela também é conhecida como cambalhota.

A virada não é obrigatória, mas ela é uma técnica muito prática que dá ritmo ao nado.

A virada em crawl é dividida em 5 etapas: a aproximação à parede, o giro, o impulso, o deslize e a retomada do nado.

Primeiramente, a aproximação à parede.

É importante conservar uma boa velocidade ao se aproximar da parede.

Quanto mais rápido, melhor será a virada.

A principal dificuldade está em definir quando começar a virada.

Você pode tomar como referência a marcação em T no fundo da piscina, indicando que você está a dois metros da parede.

Para praticar, faça várias cambalhotas longe da parede. Depois aproxime-se da parede pouco a pouco para encontrar uma boa distância.

Agora, a rotação.

É sua cabeça que vai começar o movimento.

Encoste seu queixo no peito e dê uma cambalhota ao dobrar os joelhos.

Mantenha seus braços esticados ao longo do corpo e as mãos na altura das coxas.

Enquanto seus pés e suas panturrilhas passam sobre a água, leve seus braços para frente e estique-os acima da sua cabeça.

O giro acaba quando seus dois pés tocam a parede.

Em seguida, o impulso.

Com seus dois pés na parede, flexione os joelhos e alinhe seu corpo.

Concentre-se em permanecer paralelo ao fundo da piscina, isto é, não vá para baixo nem suba à superfície porque isso vai diminuir sua velocidade

Agora, o deslize.

Nesta etapa, termine a rotação no eixo do corpo para voltar à posição inicial, isto é, de barriga para baixo.

Mantenha os braços estendidos para frente e não levante a cabeça para não perder velocidade.

Por fim, a retomada do nado.

Quando a velocidade começar a cair, suba à superfície.

Uma vez na superfície, retome o movimento dos braços.

O segredo da virada é a repetição, então não desista!

Lembre-se dessas cinco etapas: Souvenez-vous de ces 5 étapes : a aproximação à parede, o giro, o impulso, o deslize e a retomada do nado.

Agora é com você!

Download
En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l'utilisation de cookies pour vous proposer des services adaptés à vos centre d'intérêts. En savoir + OK