Dupla escavação: postura

4,269 visualizações
Arquivos e descrição

Na agricultura manual, é essencial prestar uma atenção especial aos movimentos do corpo. Esse vídeo dá instruções de postura para o método de escavação dupla.

Este vídeo faz parte do programa "Preparação da terra", que dá dicas e instruções fundamentais para lavrar a terra antes do cultivo.

Este vídeo faz parte do programa "Preparação da terra", que dá dicas e instruções fundamentais para lavrar a terra antes do cultivo.

Locução: Camila Oliveira e Nathália Costa.

Carregando...

Neste vídeo, vamos estudar os movimentos posturais corretos na prática da dupla escavação.

Na agricultura manual, é essencial prestar uma atenção especial aos movimentos do corpo.

Escavação dupla pode ser tedioso.

No entanto, um uso apropriado do corpo e o domínio de bons movimentos pode facilitar o trabalho do agricultor.

Isto começa preparando-se bem para as tarefas a serem executadas.

No caso da dupla escavação, é melhor executá-la na primavera ou no outono, de manhã cedo ou no final da tarde, quando as temperaturas são mais amenas.

Preste atenção à umidade em seu solo, pois se este estiver seco, uma dupla escavação destruirá sua estrutura e exigirá mais esforço.

Ao contrário, se a terra estiver muito molhada, ela estará pesada e difícil de trabalhar.

Um equipamento apropriado e bem conservado tornará sua tarefa mais fácil.

Reúna inicialmente todas as ferramentas, que lhe serão necessárias para evitar um vai e vem ao depósito.

Vamos agora analisar os três principais movimentos que compõem a dupla escavação: o uso da pá quadrada, do forcado reto e do ancinho.

Nós usamos a pá quadrada para transferir a terra de uma vala para outra.

Mantenha as costas retas.

Coloque o cabo da pá na extensão de sua perna.

O salto de seu sapato deve encostar no ferro da pá.

Sem forçar, transfira o peso do corpo sobre a pá mantendo a perna esticada.

Vire-se, olhando para o horizonte, e deixe a pá descer sob o peso de seu corpo.

Coloque a palma de sua mão voltada para você.

Erga-se mantendo as costas retas.

Incline-se ligeiramente para o lado e solte o braço, que está sustentando o punho da ferramenta.

Observemos o movimento mais uma vez.

Vamos ver um exemplo de movimento que não se deve fazer. Deste modo, utilizamos uma enorme quantidade de energia para obter o mesmo resultado.

Agora devemos raspar o fundo da vala e para isto, utilizamos um movimento pendular.

Balance a pá da esquerda para a direita. Mantenha as pernas flexíveis e evite dobrar as costas.

Nós usamos o forcado reto para afofar o fundo da vala aberta. Isto irá descompactar o solo a uma profundidade total de 60 centímetros.

Fique em pé sobre a placa de madeira e coloque o salto de seu sapato contra o ferro do forcado reto.

Transfira o peso de seu corpo para sobre o forcado.

Mantenha uma postura ereta com os ombros relaxados.

Sobretudo, não se curve e não force o braço.

Se você se deparar com rochas e não puder descer mais, mova o forcado para frente e para trás, desta maneira, mantendo o seu peso sobre a ferramenta.

Jogue agora o peso de seu corpo para trás a fim de soltar o solo. Abaixe-se sobre as pernas, mantendo as costas retas.

Não levante o forcado para move-lo dentro da vala, arraste-o apenas pelo solo.

Considere alternar as pernas, depois de completar cada vala.

Se você foi da esquerda para a direita, colocando o seu pé esquerdo sobre a pá, na hora da próxima vala, vá indo da direita para a esquerda, colocando agora o pé direito sobre a pá.

Isto evita a fadiga muscular devida a uma utilização desequilibrada do corpo.

Note-se que o objetivo aqui não é o de virar o solo, este movimento é utilizado para descompactar e soltar o solo para facilitar o crescimento das raízes e melhorar a drenagem.

Pratique a escavação dupla comprometendo-se a deslocar grandes quantidades de terra com o ancinho.

Passando o ancinho sobre a terra a cada 5 valas, você evita de ser obrigado a deslocar a terra de um extremo ao outro do canteiro de plantas, no final da tarefa.

Ao usar o ancinho, se mantenha bem esticado. Para isso, é importante haver ferramentas adequadas à sua altura.

Tente executar o trabalho com o menor esforço físico possível.

Recue todo o seu corpo para mover a terra, como se você estivesse andando para trás. Isso minimiza a tensão sobre os braços.

É preferível mover pequenas quantidades de terra.

Não tente fincar o ancinho profundamente no solo, levante-o e o deixe cair sob o seu próprio peso.

Estes são movimentos simples, mas que lhe ajudarão a fazer uma escavação dupla sem gastar energia inutilmente e, sobretudo, sem se machucar.

No início, estes movimentos podem parecer desconfortáveis, mas uma vez dominados, eles lhe facilitarão o trabalho, principalmente se você tiver grandes superfícies a serem trabalhadas.

Download
En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l'utilisation de cookies pour vous proposer des services adaptés à vos centre d'intérêts. En savoir + OK