Ao volante

5,382 visualizações
Arquivos e descrição

O básico da segurança ao dirigir é manter-se concentrado ao volante sem abusar da velocidade e respeitando os outros usuários da via.

Esse é o terceiro vídeo do programa "Segurança no Trânsito", uma série com dicas e instruções fundamentais para evitar acidentes com veículos e pedestres.

Outras instruções a seguir são: use sempre o cinto de segurança, não use o celular, tenha especial cuidado com crianças e animais, esteja sempre atento a pedestres e outros usuários da pista e não abuse da velocidade. Obviamente, se for dirigir, não beba.

Locução: Milana Diniz

Carregando...

Imagine que você está dirigindo olhando a estrada, com as mãos no volante e prestando atenção em tudo o que está ao redor: pedestres, outros motoristas…

Está tudo bem? Agora, imagine que você está dirigindo… com os olhos vendados. Isso parece loucura, não é? Você tem razão!

No entanto, é exatamente isso o que fazemos quando usamos o celular ao volante. Você não pode ver o que se aproxima do veículo e isso é muito perigoso.

Enviar um SMS ao volante multiplica o risco de acidente em vinte e três vezes! Falar no celular sem uso do viva voz também representa riscos: pesquisas mostram que as chances de acidente nesse caso aumentam três vezes.

Por quê? Porque tudo que nos impede manter a concentração na via e no volante é uma distração que pode ser muito perigosa.

Não é possível de evitar totalmente essas distrações. Caso você receba uma chamada urgente, peça para um dos passageiros atendê-la ou deixe para a caixa de mensagens.

Se seu aparelho disponibiliza a função viva voz, informe seu interlocutor que você retorna a chamada quando não estiver mais ao volante. Pare assim que puder para fazer a ligação.

Se você está levando crianças ou transportando animais e eles te distraem, peça a algum passageiro para te ajudar. Afivelar o cinto de segurança nas crianças e colocar os animais em suas gaiolas vai impedir que eles se movam no carro e vai protegê-los em caso de acidente.

Essa prática é obrigatória em vários países. Se você não puder fazer isso ou se seu veículo não tiver esses equipamentos, pare em algum lugar seguro e peça que as crianças se acalmem.

A atenção na estrada permite que você esteja plenamente consciente de tudo: grandes caminhões que talvez não te identifiquem, veículos conduzidos por jovens motoristas, animais que podem atravessar o caminho, etc.

Esteja particularmente atento a quem é mais vulnerável na via: pedestres, ciclistas e motociclistas.

Imagine agora que você conduz a uma certa velocidade e que você tem de parar o mais rápido possível, praticamente no limite da capacidade do carro. Você observou a distância de frenagem?

Agora, vamos duas vezes mais rápido… E vamos frear mais rápido ainda. A distância é duas vezes maior? Três vezes maior? Na verdade, nas mesmas condições, ela é quatro vezes maior. Quanto mais depressa vamos, mais tempo o veículo precisa para parar.

A velocidade afeta o carro e a nosso cérebro. Quando estamos rápidos, nosso cérebro não tem tempo para analisar todas as informações do ambiente ao redor.

Nesse caso, se um pedestre ou um animal atravessa a via ou se um veículo a frente para no último instante, é quase impossível evitar um acidente.

Quando estamos rápido, os acidentes sempre são graves. Na verdade, pesquisas mostram que um acidente frontal acima de oitenta quilômetros por hora, mesmo com as melhoras tecnologias, quase sempre é fatal.

Para evitar riscos, nunca ultrapasse a velocidade indicada pelas placas e certifique-se de mantê-la segundo pede a circulação.

Em resumo, concentre-se ao volante, não abuse da velocidade e respeite os outros usuários da via.

Juntos, fazemos um trânsito seguro para todos!

Download
En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l'utilisation de cookies pour vous proposer des services adaptés à vos centre d'intérêts. En savoir + OK