Ressuscitação cardiopulmonar (RCP) em crianças

133,408 vizualizações
Arquivos e descrição

Este vídeo dá orientações básicas para fazer a ressuscitação cardiopulmonar em crianças.

Este vídeo faz parte do programa "Primeiros socorros" que explica o que fazer em várias situações de risco para sua saúde ou sua vida.

Crianças também podem ser vítimas de parada cardíaca e a ressuscitação cardiopulmonar (RCP) pode salvá-las. É preciso aplicar esse método corretamente para que ele seja bem sucedido.

Tradução: Silvia Biehl

Quem colaborou
sismile - Sikana
sismile
Translation
Carregando...

Neste vídeo, você vai aprender a fazer ressuscitação cardiopulmonar em crianças de 1 a 12 anos em caso de parada cardíaca.

Se uma criança perder a consciência e você estiver sozinho, chame ajuda.

Deite-a de costas.

Verifique a respiração, colocando uma mão na testa da vítima e os dedos da outra mão sob seu queixo.

Incline cuidadosamente a cabeça dela para trás e empurre o queixo para abrir as vias respiratórias.

Se você não observar qualquer movimento respiratório, não escutar nada e não sentir o ar nas bochechas, a vítima não está respirando.

Avise o serviço de emergência e busque um desfibrilador, caso haja algum por perto.

Se houver outras pessoas presentes, peça para que elas busquem o desfibrilador.

Na ausência ou na espera de um desfibrilador: comece a ressuscitação cardiopulmonar.

Para isso, coloque a palma de uma das mãos no meio do peito nu da vítima.

Posicione-se acima do tórax da vítima com os braços bem retos.

Comprima 30 vezes o tórax, cerca de um terço de sua profundidade.

Mantenha um ritmo de 2 compressões por segundo.

Alterne séries de 30 compressões torácicas com 2 ventilações, ou respiração boca a boca, se você souber como fazê-las.

Caso contrário, faça somente as compressões torácicas.

Caso você conheça a técnica de respiração boca-a-boca, não se esqueça de inclinar a cabeça para trás antes das ventilações e de conferir se o tórax se expande.

Continue a ressuscitação sem parar até que: a vítima comece a respirar normalmente, o serviço de emergência chegue, ou o desfibrilador esteja pronto para uso.

Nos primeiros minutos após uma parada cardíaca, a vítima pode respirar de forma fraca, ou com suspiros irregulares e altos.

É o que se chama respiração ofegante. Não confunda esse tipo de respiração com uma respiração normal.

Download
En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l'utilisation de cookies pour vous proposer des services adaptés à vos centre d'intérêts. En savoir + OK